logo preto sem fundo.png
  • Rodrigo Kmiecik

O horror cósmico de Thomas Ligotti

Atualizado: Fev 20

"Com a escuridão eu vi a escuridão. Era imensidão sem fim ao redor de mim – vastidão ininterrupta, horizonte negro encontrando horizonte negro. E havia também algumas coisas dentro da escuridão, e eu achei que elas fossem minha própria forma, de modo que eu me estendi para tocá-las através do universo de escuridão, eu também me estendi fundo dentro de mim mesmo, tal como eu era..."

Thomas Ligotti é um nome recorrente em qualquer lista com os melhores autores de horror do século XX. Ao lado de Robert Aickman, Ligotti representa o suprassumo da ficção sobrenatural contemporânea, de maneira completamente oposta ao outro autor. Enquanto Aickman, mestre do mistério absoluto e freudiano até a espinha, centra sua ficção no desvelar sutil de um mundo de enigmas, em feixes quase imperceptíveis quando o sobrenatural e o monstruoso invadem nosso mundo, Ligotti escava a consciência humana na direção oposta, no confronto direto da fragilidade humana com forças sobrenaturais e exteriores, portanto cósmicas, de um grotesco palpável. É certo dizer que Thomas Ligotti é o maior herdeiro de H. P. Lovecraft, não apenas por rememorar diversos aspectos visuais da ficção estranha imaginada por ele, mas especialmente por reproduzir toda a filosofia lovecraftiana a respeito da condição humana. Assim como na ficção do cavalheiro de Providence, Ligotti manipula o horror além dos desvios da ordem natural, e o compreende como uma constatação da própria condição humana no universo, que é lar da loucura das coisas.

Hoje o conto “As Flores do Abismo”, de Thomas Ligotti, foi publicado no site do Jornal Opção, com tradução e ótimo texto introdutório assinados por Italo Wolff. Dos grandes mestres do horror que começam ganhar merecida visibilidade no Brasil, Ligotti é um dos que mais merecem a atenção dos amantes do gênero. “Flowers of the Abyss” foi originalmente publicado na coletânea de contos “Grimscribe”, de 1991, e oferece aos leitores uma síntese poderosa de todo o horror cósmico desse grande autor.

A tradução e a matéria estão disponíveis aqui.

82 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo