• Mimi Zanetti

A weird fiction de Robert Bloch

Robert Albert Bloch (19171994) foi um escritor norte americano, mais conhecido pelo seu romance Psicose (1595), eternizado nas telas pelo cineasta Alfred Hitchcock. Bloch tem uma bibliografia extensa, escrevendo horror, fantasia, ficção científica e romances policiais. Sua carreira se iniciou na Weird Tales. Aos dez anos de idade, ele descobriu a revista e se tornou um fã ávido de suas histórias, e aos 17 anos, em 1934, teve nela seus primeiros contos publicados como escritor profissional: "The Feast in the Abbey" e "The Secret in the Tomb".


O jovem Robert bloch

O autor era um grande fã de H.P. Lovecraft, e, apesar de nunca terem se encontrado pessoalmente, Bloch se tornou um de seus amigos próximos, trocando correspondências intensamente e fazendo parte do chamado “Círculo Lovecraft”, do qual também fizeram parte escritores como Robert E. Howard, Clark Ashton Smith, August Derleth, entre outros.


Enquanto Lovecraft estava vivo, Bloch escreveu o conto “The Shambler From The Stars” (1935), transformando o cavalheiro de Providence em um personagem. Foi necessário que Lovecraft escrevesse uma autorização por extenso para que o conto pudesse ser publicado na Weird Tales. Em suas palavras, com o humor satírico típico de Lovecraft, ele autorizou Bloch a “retratar, assassinar, aniquilar, desintegrar, transfigurar, metamorfosear, ou maltratar de outra forma o signatário no conto intitulado THE SHAMBLER FROM THE STARS”. Ainda em 1935 Lovecraft respondeu o autor “na mesma moeda”, tornando Bloch um personagem no conto “The Haunter of the Dark”.


Carta de Lovecraft publicada pelo Lovecraft eZine

Na história de Bloch, o narrador é um estudante que escreve weird fiction, e, em sua busca por elementos de inspiração, ele vai atrás de fontes ocultistas e descobre a existência de certos grimórios proibidos. É claro que, em algum momento, alguém vai se deparar com um monstro intergaláctico gigantesco. A sequência escrita por Lovecraft traz o mesmo protagonista, o jovem escritor que antes não tinha nome agora é chamado de Robert Blake (em homenagem a Bloch), e é uma continuação de “The Shambler''.


Robert Bloch chegou a escrever mais uma sequência com o personagem, o conto "The Shadow from the Steeple", publicado postumamente em 1950 na Weird Tales, e conclui a história do artefato conhecido como Trapezoedro Brilhante, apresentado em “The Haunter of the Dark”.


“The Shambler” introduz o grimório fictício De Vermis Mysteriis e integra o chamado “Mitos de Cthulhu”, do qual também fazem parte o Necronomicon (de Lovecraft), o Unaussprechlichen Kulten (de Robert E. Howard) e o Book of Eibon (de Clark Ashton Smith), entre outros grimórios introduzidos por outros escritores.


The Shambler from the Stars” é apenas uma das diversas obras escritas por Robert Bloch que podem ser classificadas como “weird fiction”, e a coletânea “Mysteries of the Worm”, organizada por Lin Carter e publicada pela primeira vez em 1981, traz grande parte das histórias weird escritas no começo da carreira de Bloch.


22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo